… “toda palavra frívola, ociosa daremos conta no dia do juízo: porque pelas nossas palavras seremos justificados e pelas nossas palavras seremos condenados.” (Mateus 12.36-37)

“Não saia de vossa boca nenhuma palavra torpe, e sim, únicamente a que for boa para edificação, conforme a necessidade que transmita graça aos que a ouvem.” Efésios 4.29

Marcos 11.23, nos revela uma Lei espiritual, “o que cremos no coração e falamos com nossa boca se cumpre.”

Há poder nas palavras, precisamos treinar na arte de abençoar, edificar.

– Deus ensina aos israelitas a abençoarem a seus filhos.

“Disse o Senhor a Moisés: Fala a Arão e a seus filhos, dizendo: Assim abençoareis os filhos de Israel e dir-lhe-eis: 
O Senhor te abençoe e te guarde
O Senhor faça resplandecer o Seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti
O Senhor sobre ti levante o Seu rosto e te dê a paz.”  (Números 6.22-26)

Abençoamos nossos filhos, quando ajudamos na construção de sua autoimagem.

Abençoamos nossos filhos quando ajudamos na construção de sua autoestima.

Precisamos dizer com palavras e ações (afeto físico), que amamos nossos filhos, que eles são muito importante para nós.

Conclusão

A Mulher que teme ao Senhor será louvada por seu marido:

“Muitas têm procedido virtuosamente, mas tu és, de todas a mais excelente.” (Provérbios 31.29)

A Mulher que teme ao Senhor será louvada pelos seus filhos:

“Levantam-se seus filhos e chamam-na bem aventurada.” (Provérbios 31.28)

A Mulher que teme ao Senhor será louvada pelo Senhor
, naquele dia quando lhe dirá :

“Bem está serva boa e fiel, no pouco você foi fiel, no muito lhe colocarei. Vem, entra no gozo do Seu Senhor.”  

Club Mindset do Relacionamento – um espaço para a construção de Mindset, Auto Estima e Relacionamento.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *